top of page

QUANDO O DIABO CONSTRUIU UMA CATEDRAL PARA O POVO DE AACHEN - A LENDA DA CATEDRAL DE AACHEN

Atualizado: 19 de jul. de 2022




A Catedral de Aachen, localiza-se em Aachen, estado da Renânia do Norte-Vestfália, Alemanha. Erigida originalmente a mando de Carlos Magno por volta de 790, mas, no meio da construção o povo de Aachen ficou sem financiamento para terminar a construção da catedral, e é aí que a Lenda começa...


Uma manhã de inverno, o ar fresco e o cheiro sulfuroso das águas termais atraíram o Diabo a abrir o terreno com um barulho angustiante ao pisar nas ruas de Aachen em forma humana.


Ele passou pelos prados congelados até chegar ao mercado, onde as primeiras carroças do dia vendiam castanhas assadas, carnes defumadas e queijo embrulhado em casca de abeto. O Diabo pagou ao açougueiro para cortar um pedaço de carne e perguntou se ele sabia como conseguir um emprego na cidade.


O açougueiro então contou a ele sobre da catedral que estava sendo construída para o imperador Carlos Magno e que a população teve que parar a construção porque ficaram sem dinheiro. Como o imperador voltaria logo de sua campanha contra os saxões, a construção teria que ser terminada em breve e os construtores esperavam ser reempregados. Satisfeito por saber do dilema da cidade, o Diabo decidiu visitar alguns aldeões reunidos próximo da construção.


Envolto em roupas escuras e caras e usando um anel com um casco incrustado, o Diabo se posicionou e pediu para chamar todos os responsáveis e moradores da cidade, pois iria ajudar com a conclusão da catedral, mais tarde com todos os moradores reunidos ele disse:


- Vocês precisam terminar a construção e eu tenho tudo o que precisam, mas claro, com uma condição!

Os Aacheners estudaram seu semblante por um tempo, então finalmente perguntaram o que ele esperava em troca. O Diabo sorriu, abriu os braços com um gesto generoso e animado respondeu:


-A primeira alma a entrar na catedral!

Os Aacheners mediram as palavras do estranho com prudência, acharam um pouco incomum uma pessoa nunca vista antes na cidade pedir uma alma, mas como as probabilidades não estavam a seu favor, foram forçados a aceitá-las.


Poucas semanas depois, a grandiosa igreja de Carlos Magno estava pronta, esperando o retorno do imperador da guerra. Mais uma coisa ainda precisava ser feita, pagar o acordo firmado, ou seja, uma alma.


Visto que o Diabo nunca declarou explicitamente que desejava uma alma humana, alguns moradores de Aachen capturaram um lobo nas proximidades e algumas horas antes do amanhecer, os moradores soltaram o lobo dentro da catedral.


Animado para cobrar sua dívida, o Diabo saiu de trás das enormes portas de bronze e colheu a alma, mas após capturar a alma, ele viu que não era de homem, nem mulher, muito menos uma criança, e sim de um lobo. Quando ele percebeu o truque, já era tarde demais, então ele correu e bateu as portas com raiva, a fim de derramar sua ira na multidão reunida do lado de fora, nesse ato de fúria um de seus dedos ficou preso na trava e foi decepado, caindo dentro da maçaneta. Muito furioso com a população de Aachen ele voltou para o inferno.


Enganar o Diabo não é brincadeira e diz a lenda que os Aacheners fizeram isso duas vezes, iremos falar da próxima lenda sobre o povo de Aachen e o diabo no um próximo artigo.



O atual Catedral de Aachen exibe uma estátua de lobo com um buraco no peito na entrada, como uma lembrança da lenda.
O atual Catedral de Aachen exibe uma estátua de lobo com um buraco no peito na entrada, como uma lembrança da lenda.


A famosa maçaneta ainda ostenta os restos calcificados do que pode ser o dedo do Diabo.

Maçaneta ainda ostenta os restos calcificados
 

Fonte - The devilish tale behind Aachen Cathedral, (https://www.theladytravels.com/aachen)


730 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page