top of page

O PRIMEIRO CONTO DE CHAPEUZINHO VERMELHO

Atualizado: 9 de mar.


Chapeuzinho Vermelho

O conto de Chapeuzinho Vermelho tem uma longa história - como um conto oral, foi contado por centenas de anos antes que as versões da história fossem impressas por Charles Perrault no final do século XVII e pelos Irmãos Grimm no século XIX. A versão mais antiga conhecida da história remonta ao século XII. Entre os anos 1010 e 1026, Egbert, um clérigo que lecionava na cidade de Liège (agora parte da Bélgica) decidiu fazer um livro para os jovens estudantes em sua sala de aula. O trabalho que ele criou é chamado The Well-Laden Ship , e é um poema que reconta vários provérbios, fábulas e contos populares. Foi desenvolvido para ensinar regras gramaticais e dar lições de moral aos alunos. Egbert explica que ele escreveu:


“Não para aqueles que já são aperfeiçoados com força masculina por uma leitura atenta e cuidadosa, mas para aqueles garotinhos tímidos ainda sujeitos à disciplina na escola; de modo que, quando seus professores estão ausentes, enquanto esse bando de jovens está balbuciando uns com os outros certos cantinhos (embora nenhum deles tenha algum objetivo), a fim de aprimorar um pouco seu talento escasso praticando e cantando frequentemente esses pequenos versos, nessas ocasiões eles preferem usá-los."

Embora muitas das histórias que Egbert conte em seu livro sejam baseadas na Bíblia, ele também dá várias que explica que ouviu pela primeira vez de camponeses. Isso inclui o seguinte conto:


A Respeito da Garota Salva dos Filhotes de Lobo


A história que conto, o povo do campo sabe me contar, e não é tão maravilhoso acreditar como é verdade. Um certo homem levantou uma garota da pia batismal sagrada e ele lhe deu uma túnica de lã vermelha. O domingo sagrado era o dia sagrado deste batismo. Quando o sol nasceu, a menina de cinco anos de idade começou a vagar, indiferente a si mesma e ao perigo. Um lobo a atacou e se dirigiu para suas assombrações na floresta; e ele a tomou como presa de seus filhotes e a deixou para ser comida. Eles imediatamente se aproximaram dela, então quando não conseguiram rasgá-la em pedaços, começaram a acariciar sua cabeça, sua ferocidade sendo aliviada. O bebezinho disse:


"Oh, ratos, não rasgue esta túnica que meu padrinho me deu, me tirando da fonte!"

Deus, seu criador, amolece almas selvagens.


Os historiadores ficaram intrigados com esta pequena história, perguntando-se quanto dela está relacionada aos contos da Chapeuzinho Vermelho que foram contados no início da Europa moderna? Jan Ziolkowski observa que existem


“Semelhanças significativas com Chapeuzinho Vermelho como o personagem-título (uma garotinha com um chapeuzinho vermelho), o suporte principal (um chapeuzinho vermelho), o vilão principal (um lobo), o evento climático (uma fuga improvável, mas segura, do vilão principal, quando tudo parece perdido), e dois temas principais (os perigos da floresta e de ser comido por lobos). ”
 

Fonte - Um conto de fadas de antes de contos de fadas: “De puella a lupellis seruata” de Egbert of Liège e o pano de fundo medieval de “Chapeuzinho Vermelho” O Navio Well-Laden acaba de ser editado e traduzido por Robert Gary Babcock, da Universidade da Carolina do Norte, e agora publicado como parte da série Dumbarton Oaks Medieval Library pela Harvard University Press. Clique aqui para visitar o site da editora . Veja também os artigos: Qual a idade de Chapeuzinho Vermelho ?: Contos ao longo do tempo , de Gwen Thurston Joy e O caminho das agulhas ou alfinetes: Chapeuzinho Vermelho , de Terri Windling.

1.531 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page